terça-feira, 27 de agosto de 2013

LIMPEZA DE DISCO COM O UTILITÁRIO NATIVO DO WINDOWS

QUEM SABE FAZ A HORA, NÃO ESPERA ACONTECER.

Muitas das quase 1.900 postagens publicadas desde a criação deste Blog remetem a dicas sobre como proteger o sistema e espremer dele até a última gota de desempenho. No entanto, sem prejuízo das suítes de segurança e pacotes de ferramentas de manutenção sugeridas em outras oportunidades, vale lembrar que as edições mais recentes do Windows integram diversos recursos nativos que a gente não deve desprezar, até porque pagamos por eles quando adquirimos uma cópia selada do sistema ou um PC com ele pré-instalado.
 Para executar a Limpeza de Disco, abrimos o menu Iniciar, damos duplo clique em Computador, clicamos com o botão direito na unidade desejada, selecionamos Propriedades e analisamos a representação gráfica em forma de pizza, onde a área em azul corresponde ao espaço ocupado e a rosa, ao espaço livre. Feito isso, pressionamos o botão Limpeza do disco, aguardamos o utilitário calcular o espaço a ser recuperado, clicamos em Limpar arquivos do sistema, marcamos as opções desejadas (ou todas elas), comandamos a limpeza e confirmamos. (Para recuperar mais espaço, seguimos esses mesmos passos e clicamos na aba Mais Opções – mas é preciso tomar cuidado para não meter os pés pelas mãos na hora de excluir
aplicativos, componentes do sistema e pontos de restauração).

Amanhã a gente continua; abraços a todos e até lá. 

6 comentários:

Lu Cidreira disse...

Estamos sempre fazendo esse tipo de limpeza, pois temos um rapaz aqui de 15 anos que não deixa de baixar e colocar arquivos desnecessários no disco.
Valeu por mais uma!
Abraço mestre.

Anônimo disse...

Aqui a obsessão é a limpeza. Máquina já ultrapassada precisa de mais cuidado neste sentido.
Mas resta uma dúvida: Uso o CCleaner e gosto muito do NCleaner, que não instalei no Seven. Sempre usava os 2 no XP e sempre aparecia sobras . Parece que um termina o que o outro começou.
Há algum impedimento no uso dos dois ? Não ao mesmo tempo, é claro.
[ ]

Fernando Melis disse...

Oi, Luizão.
Eis o grande problema em se compartilhar o uso da máquina. Espero que você tenha seguido aquela dica sobre criar uma contas limitadas para cada usuário (o ideal é fazê-lo inclusive para si mesmo), de maneira a minimizar possíveis dores de cabeça.
Um grande abraço, meu rei.

Fernando Melis disse...

Oi, Anônimo.
Realmente, pode-se dizer que essas suítas trabalham de maneira complementar entre si, já que cada qual pode conter módulos para funções específicas não cobertas pela concorrente, bem como utilizar metodologias diversas na hora de identificar erros e proceder às respectivas correções.
Não existe problema algum em manter duas ou mais delas instaladas, já que, diferentemente dos antivírus, elas não fornecem "proteção em tempo real", razão pela qual não há que se falar em conflitos.
Eu, particularmente, gosto muito do CCleaner, mas não abro mão do Advanced System Care, do Tweak Now Power Pack 2012, do Wise Care 365 e do System Mechanic (todos já abordados aqui no Blog).
Um grande abraço e até mais ler.

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Bom dia Fernando!
Aqui tenho duas maquinas somente minhas, exercito mantê-las limpas.
Lindo dia querido!Saudades
afinal NENORB.

Fernando Melis disse...

Oi, Cátia.
Beijo grande e esplendoroso final de mês.