terça-feira, 1 de dezembro de 2015

SCAM E OUTRAS FRAUDES DIGITAIS. FIQUE ESPERTO!

JÁ ESTAMOS DEZEMBRO! NESSA TOADA, O HADDAD AINDA VAI CONSEGUIR MULTAR O TEMPO POR EXCESSO DE VELOCIDADE!

Atire o primeiro mouse quem nunca recebeu um email solicitando o recadastramento da sua senha e outros dados pessoais atrelados à sua conta, mesmo não sendo correntista do Banco remetente, ou então com links ou anexos que trazem “provas cabais” de uma traição, um formulário a ser preenchido para receber o prêmio de um concurso do qual jamais participou, e assim por diante.

Mensagens como essas, que se valem da boa e velha Engenharia Social para manipular as pessoas, são conhecidas como PHISHING SCAM (variação mal-intencionada do SPAM). A abordagem varia conforme a criatividade do embusteiro, mas o propósito é sempre o mesmo: tirar proveito da boa-fé, da inocência ou da ganância (por que não?) dos incautos.

Observação: Outro golpe comum se vale de sites de relacionamento, onde os estelionatários criam perfis falsos para fisgar as vítimas pelo lado afetivo, e tão logo conquistam sua confiança, pedem dinheiro para fazer frente a um imprevisto qualquer ou custear a viagem na qual irão finalmente conhecer o(a) amante virtual. E como não existe ferramenta de segurança “idiot proof” a ponto de proteger os “vacilões” de si mesmos, o número de pessoas que caem nesses “contos do vigário” é bastante significativo.

O lado bom da história — se é que há um lado bom nessa história — é que mensagens de SCAM costumam trazer erros crassos de ortografia e gramática, além de (supostamente) provirem de instituições financeiras, órgãos como SERASA, SCPC, Justiça Eleitoral, Receita Federais e outras mais que, como é público e notório, não enviam emails solicitando informações pessoais, muito menos com links ou anexos executáveis.

Então, fique atento para os URLs (sigla de Localizador Padrão de Recursos, em português), que costumam ser bem parecidos, mas não idênticos aos verdadeiros. Na dúvida, cheque o endereço com o auxílio de serviços online como o TRENDPROTECT, o URLVOID e o SUCURI (este último é mais indicado para LINKS ENCURTADOS) e varra os anexos com seu antivírus ou com o Vírus Total (que submete o arquivo ao crivo de mais de 50 ferramentas de segurança de fabricantes renomados).

Ainda que segurança absoluta seja “cantiga para dormitar bovinos”, é possível reduzir sensivelmente os riscos se você “confiar desconfiando”, como dizia meu velho avô. Desconfie até mesmo de mensagens recebidas de parentes ou amigos, pois existem pragas digitais se disseminam enviando emails para todos os contatos da lista de destinatários do usuário infectado. Além disso, substituir o remetente verdadeiro de uma mensagem de email por outro que inspire confiança (como a Microsoft, a Symantec, seu Banco ou um órgão público qualquer) não é exatamente uma “missão impossível”. Nas redes sociais, considere todo mundo suspeito até prova em contrário: talvez a gatinha que você encontrou semanas atrás numa “sala de bate-papo” ou numa rede social — e que se diz loucamente apaixonada por você — seja realmente quem parece ser (talvez ela nem seja “ela”).

Tenha em mente que nada nesta vida é de graça; o que cai do céu é chuva ou merda de passarinho. Caso você não resista à curiosidade de explorar melhor essas mensagens antes de enviá-las para a Lixeira, procure confirmar sua autenticidade através de algum meio que não seja a Web. A maioria dos golpistas não informa um endereço ou telefone no mundo físico — aliás, se houver um telefone para contato, jamais o utilize; ligue para o gerente do Banco, para a central de atendimento da loja ou prestadora de serviços (ou seja lá o que for) usando o número exibido no respectivo website (que você deve acessar digitando o URL na barra de endereços do seu navegador) ou em outro documento de que você disponha (contrato de prestação de serviços, formulário de pedido, nota fiscal do produto, etc.). Afinal, cautela e canja de galinha nunca fizeram mal a ninguém!

Amanhã a gente conclui, pessoal. Abraços e até lá.

2 comentários:

Martha disse...

Oi Fernando
É impressionante o que a inteligência usada para o mal consegue.....
Se esse povo usasse o potencial para seguir um rumo decente e crescer.....
Como vc diz, enfim....
Deleto tudo mas , às vezes, fico vendo a "criatividade" de algumas msgs e rindo...para não chorar....
Pobre mundo!!!!!!
Bjs e obrigada sempre!!!!!

Fernando Melis disse...

Oi, Martha.
É realmente estarrecedora a capacidade que essa gente demonstra para o que não presta. Parece até coisa de certos políticos cujo nome eu me recuso a mencionar - para bom entendedor... E o pior é que os golpistas estão sempre um passo à frente, até porque não há sentido em desenvolver um remédio para uma doença que não existe.
Enfim, cautela e canja de galinha...
Beijos, tks por mais essa e até a próxima.