sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

PRAGAS DIGITAIS ― COMO SE PROTEGER (Parte 3)

NÃO PROCURE SOLUÇÕES COMPLEXAS PARA PROBLEMAS INEXISTENTES.

Sem embargo das opções de ferramentas de segurança sugeridas na postagem anterior, o Windows Defender pode ser uma alternativa interessante. O programa evoluiu bastante ao longo do tempo, e a versão que equipa o Windows 10, mesmo não oferecendo a diversidade de configurações e recursos encontrados nas boas suítes de segurança de varejo, cumpre sua função de maneira mais que satisfatória.

A Microsoft nunca foi lá muito feliz em relação a aplicativos de segurança, mas o Defender, combinado com o Windows Firewall, é sopa no mel para quem não pode (ou não quer) pagar por um pacote comercial de “Internet Security” e não está disposto a montar seu próprio arsenal de defesa a partir de itens gratuitos de diversos fabricantes. Afinal, os recursos nativos do Windows já vêm instalados e não geram despesas adicionais.

Se você realmente resolver manter o Windows Defender como ferramenta-padrão de proteção, saiba que o escaneamento contra infecções ativas é mais eficaz quando executado no modo de segurança ― para acessá-lo, digite msconfig na caixa de diálogo do menu Executar, pressione Enter, selecione a aba Inicialização do Sistema, clique nas caixas de seleção Inicialização Segura e Mínimo, confirme em OK e reinicie o computador. Note que será preciso reverter essa configuração para que o Windows volte a reiniciar da maneira convencional.

ObservaçãoAs opções Shell Alternativa e Rede correspondem aos nossos velhos conhecidos modo de segurança com prompt de comando e modo de segurança com rede (a opção Reparo do Active Directory se aplica a computadores em rede com servidor central, mas isso já é outra conversa).

Se achou esse procedimento muito trabalhoso, faça a varredura com o sistema carregado, mas desconecte o computador da Internet. Adicionalmente, baixe e execute o verificador online da Microsoft (clique aqui) e instale a versão freeware do excelente SuperAntispyware (clique aqui para fazer o download). Na versão paga, a ferramenta oferece proteção em tempo real, mas para checagens eventuais, como complemento da varredura do seu antivírus residente, a opção gratuita está de bom tamanho.

Amanhã a gente continua. Até lá.

Visite minhas comunidades na Rede .Link:
http://acepipes-guloseimas-e-companhia.link.blog.br/
Postar um comentário